Variedades Femininas

Aqui se fala do universo feminino

Juventude com Atitude

em 9 de abril de 2010

Na última segunda-feira, dia 20 de março, Paraguaçu Paulista recebeu, no teatro Lucila Nascimento, a peça “Vem Comigo”, com temática jovem, que tratou de vários assuntos de interesse da juventude: a peça foi um grande sucesso de público e atraiu uma grande quantidade de jovens de nossa cidade.

Conversamos com um grupo de meninas do segundo ano do ensino médio do Colégio Paraguaçu: Ana Beatriz Nunes Garrido, Beatriz Gonçalves Silva, Letícia Gonçalves Silva, Marina Guimarães Correia, Laura de Oliveira Fagundes, Lívia Bazzo e Suzane Turuta.  Elas nos deram a sua opinião a respeito da peça e discutiram assuntos de interesse da juventude.

O nosso bate papo começou com as meninas comentando o que acharam da peça: elas gostaram, de uma forma geral, “mas teria sido mais interessante se tivessem aprofundado mais os temas”; algumas comentaram que ficaram surpresas quando acabou, “Já?”. As meninas, antenadas, acham a cultura muito importante para o jovem e gostariam que houvesse mais atividades culturais na cidade. As meninas sugeriram que “em toda quinta-feira, poderia ocorrer algum evento no teatro”, mas também reconheceram que existe um esforço para que ocorram mais eventos na cidade, pois,segundo elas, a quantidade de espetáculos em Paraguaçu tem aumentado – tanto que, pela primeira vez, elas assistiram a uma peça com temática jovem desse porte na cidade.  Elas gostariam de ter acesso a mais filmes no cinema, musicais, peças de teatro, dança e música: anseiam por mais cultura na cidade.

Em relação aos temas recorrentes na juventude e desenvolvidos na peça, tais como: gravidez na adolescência, fofocas, intrigas, traição, relacionamentos amorosos e carreira profissional; elas relataram que existe um trabalho educativo e informativo em sua escola, o Colégio Paraguaçu, e que sempre assistem peças educativas, tem diálogo em casa, mas, mesmo assim, isso ainda não é o suficiente, pois em relação a esses assuntos, “informação nunca é demais!” Seria importante, nesse sentido, mais atividades que informassem os jovens da cidade e dessem espaço para que eles possam falar e ser ouvidos.

O primeiro tema a ser tratado em nossa conversa foi gravidez na adolescência: para elas é um tema sério e que deve ser muito discutido, Lívia diz: “tenho medo que a gravidez na adolescência vire moda, pois conheço muitas meninas que engravidaram”, e quando indagada se falta informação sobre o assunto, ela diz: “Não falta informação, falta é responsabilidade”. Já Laura aponta que: “falta conversa, um pouco de educação em casa e responsabilidade!”. Todas as meninas comentaram o quanto é difícil para uma adolescente ficar grávida tão jovem, pois como diz Letícia: “nem o corpo e nem o emocional estão preparados para isso”. Algumas meninas opinaram que a gravidez, em uma idade tão jovem como é a adolescência, seria como “pular uma etapa da vida”. Ana Beatriz disse, concluindo: “é muito importante o diálogo com os pais, muitas vezes é isso o que falta”

Fofocas e intrigas também foi um tema amplamente discutido por elas, Beatriz disse que: “muita gente acaba o casamento por fofocas” e, para combater isso, é preciso ter confiança, “tem que chegar e conversar!”. Laura concorda, mas diz que muitas vezes é necessário “ignorar”, todas comentaram que muitas vezes presenciaram situações sérias com fofocas, já viram pessoas inventando e outras sofrendo com mentiras, tais como “namoros que acabaram, meninas que ficaram grávidas, mas na verdade era tudo fofoca e isso não é saudável, pode destruir a vida de alguém, principalmente na adolescência, onde estão construindo uma estabilidade emocional, a opinião da sociedade nessa fase afeta muito”.

Em relação ao tema traição, elas concluíram que pode ocorrer em vários tipos de relacionamento, tais como os amorosos e mesmo nas amizades. Letícia disse que muitas vezes “o meio influencia”, pois você pode receber conselhos diversos, nesse sentido ela diz: “tem amigas que dizem, fique e outras, não fique, porque você tem namorado! Esse tipo de situação pode ocorrer”. Marina comenta: “ A atitude do namorado também ajuda, muitas vezes uma pessoa pode procurar no outro o que não tem no namorado, mas traição não tem nada a ver”, as meninas em coro completam: “traição é trash!”

Namoro é o tema principal da peça e elas já iniciaram o assunto dizendo que meninos e meninas têm o desenvolvimento emocional diferente, que é difícil se interessar por meninos da mesma idade ou mais novos, por esse motivo. Todavia, alertaram para o perigo de namorar meninos muito mais velhos, Marina diz: “Alguns meninos mais velhos sabem que a menina está apaixonada e podem se aproveitar dela”; Beatriz completa que “ o menino pode mandar nela”; realmente é um risco e, nesse sentido, ela aponta que “é preciso ouvir a opinião dos pais e ter o apoio da família”.

Finalmente, conversamos acerca da carreira profissional e Suzane logo aponta a necessidade de “gostar do que se faz”, ao passo que Beatriz comenta que “escolher a profissão a ser seguida no vestibular é difícil aos 17 anos. É muito novo!”. Letícia completa: “estudamos 9 anos para decidir nossa vida em  3 anos”, já Lívia apresenta três passos fundamentais para a escolha da profissão: “1º gostar, 2º ter apoio, pois sozinho fica difícil e 3º tem que unir o útil ao agradável, observar se a profissão dá dinheiro e o mercado de trabalho.” Ana Beatriz alerta para um dos principais tormentos na escolha da profissão: “a insegurança de decepcionar os pais.”

Como o leitor pôde observar, essas meninas tem opinião, a expressam com naturalidade e são uma “juventude com atitude”, que defende o crescimento emocional, pessoal e profissional, com inteligência e responsabilidade. Para quem pensa que o jovem não sabe se expressar, está aí a prova de que a juventude de nosso país tem muito com o que contribuir!

Publicado originalmente na coluna Jovem do jornal “O Contemporâneo”, dia 03 de abril de 2010.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: