Variedades Femininas

Aqui se fala do universo feminino

Minhas motivações

em 14 de setembro de 2010

Não que seja necessário uma explicação ou um motivo, mas eu sempre gosto de apontar quais foram os fatos que aguçaram o meu interesse pela gastronomia. Acredito que tais motivos falam mais sobre a minha personalidade do que qualquer outra coisa que eu possa escrever para descrever como eu sou de verdade.

Hoje, na hora do almoço, eu estava com minhas amigas da faculdade. Fomos almoçar no shopping e cada uma escolheu um prato diferente. Quem quiser me criticar pode ficar a vontade, eu vou entender, mas eu escolhi pro meu almoço um belo Big Mac. Algumas das minhas amigas escolheram empratados de fast food italiano. Acontece que o prato escolhido por uma delas não estava bom como o esperado e tinha alguns erros básicos na escolha de ingredientes. O comentário na mesa foi “a gastronomia nos estragou”, depois que começamos o curso, começamos a moldar o nosso lado crítico, que ás vezes é bom ou muito ruim.

A gastronomia é como um emulsificante, ela consegue unir as pessoas. Simplesmente sentando-se na mesa juntos para apreciar uma refeição. Isso é algo que ainda acontece, mesmo que raramente, aqui em casa. É também nessa ocasião que é possível observar a história da família. Os pratos que fizeram parte da história da minha família são aqueles que indicam a minha origem. Nesse caso, a gastronomia se torna um indicador da cultura e da crença do lugar.

E o principal motivo, aquele que eu acredito que seja o mais interessante de todos é que todo mundo sabe um pouco de gastronomia, todo mundo tem sua técnica especial para algum prato. Meu irmão diz que a melhor forma de se obter um bom miojo (macarrão instantâneo) é o deixando cozinhar por 4 minutos. Isso para mim é uma técnica de cocção que ele observou e que para ele teve o melhor resultado. Por exemplo, quando eu vou fazer um guacamole eu não amasso o abacate eu o corto em cubos pequenos. Para mim o visual fica mais atrativo e a textura também, mas quando eu fiz aqui em casa uma pessoa olhou e disse “isso não é guacamole. Guacamole é amassado”. Eu até entendo o que essa pessoa falou, mas ele não entende o que é aplicar uma técnica diferente para obter um resultado que, para mim, seria melhor. O melhor detalhe é que essa pessoa nunca põe os pés numa cozinha. Isso é uma prova concreta que todo mundo tem um pouco de cozinheiro no sangue.

Anúncios

Uma resposta para “Minhas motivações

  1. Uirá disse:

    Eu adoro Big mac e algusn enlatados.
    Acho que na maioria esta melhorando.
    Mas que é pobre é.
    Nada como um boa feijoada, um buxada, heheheehehehehehehehhehe
    carne grega
    e algumas coisas mais sofisticadas.
    Pena que é caro.

    Mas é tão bom quando tb, quando mais elaborado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: