Variedades Femininas

Aqui se fala do universo feminino

Amor é sempre amor

em 20 de julho de 2011

Tenho um pensamento recorrente desde criança: não consigo entender o porquê de tanta intolerância contra homossexuais, pois eu sempre entendi que todos temos o direito de amar.

Essa semana li uma matéria que me chocou muito: pai e filho são agredidos em festa, confundidos com um casal gay.  O curioso é que foram agredidos apesar de afirmar que eram pai e filho.  Será que chegamos em um ponto de intolerância que nem pais e filhos podem se abraçar em público?

Minha convivência com casais homossexuais se deu ainda na infância, tive vários “tios” e “tias”, alguns casados e super felizes, apesar da felicidade aparente e do meu entendimento, mesmo criança, que eram um casal formado entre dois homens ou duas mulheres, lembro de perguntar a mim mesma, porque eu não os via se beijando como os outros casais, essa dúvida permaneceu até eu ficar maior e entender que a sociedade ainda não sabe lidar com casais homossexuais.

Essa restrição social imposta aos casais gays sempre me aborreceu muito, pois no meu entendimento amor é amor e não deve ser encaixado em categoria. Eu sonho com o dia que meus amigos poderão expressar afeto em público, tanto quanto eu posso demonstrar com meu marido.

Esses últimos dias tenho me sentido muito feliz, pois estou assistindo “Brothers and Sisters” do início ao fim e nesse seriado tem um casal gay que é lindo demais! Comecei a assistir o seriado por causa deles, pois fiquei muito emocionada com a cena em que eles estão passando pelo processo de adoção de uma criança e fazem uma linda declaração de amor e companheirismo, depois dessa cena, adotei os dois como meu casal preferido de seriados.

E falando neles, a forma como o seriado apresenta a relação é maravilhosa, como deve ser, com naturalidade. E apesar dos preconceitos que eles sofrem, se amam e demonstram esse afeto em público. Não sei se nos EUA a tolerância é maior do que no Brasil, mas sei que aqui, infelizmente, ainda não é possível, pois até pai e filhos que demonstram afeto em público correm o risco de serem agredidos.  A introdução de personagens gays em filmes e novelas ajuda muito, mas ainda vemos personagens estilizados e não reais, quem sabe “Brothers and Sisters” possa servir de exemplo. Eu tenho esperanças que um dia o amor seja respeitado.

Anúncios

Uma resposta para “Amor é sempre amor

  1. “Eu tenho esperanças que um dia o amor seja respeitado.”
    Adorei o post, Clara… a sua frase final mostra o sentimento de muitas pessoas no mundo, a esperança de que o amor consiga vencer no final… bjos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: