Variedades Femininas

Aqui se fala do universo feminino

Machado de Assis era BRANCO?

em 23 de setembro de 2011

Gente, fiquei chocada!! A Caixa Econômica Federal fez um comercial, no qual retrata o grande escritor Machado de Assis como branco, mas peraí gente,  Machado de Assis era negro.

Vamos ser ingênuos e dizer que não existe racismo aí, ok, então o que é? No mínimo uma incompetência imensa, onde já se viu fazer um comercial retratando um escritor já falecido sem pesquisar minimamente sobre ele? Nunca ouvi falar de uma coisa dessas!

Agora pra mim, isso é racismo sim, nem que seja por meio de um ato falho de quem dirigiu esse comercial, que lá no fundo deve achar que um escritor desse nível deve ser branco. Ok, agora se rasguem com o meu comentário. 

O comercial já foi retirado do ar, a Caixa e a Seppir já publicaram notas de esclarecimento.

A Seppir divulgou a seguinte nota no dia 19/09/2011.

“A CEF tem, em muitos momentos, assegurado em seus anúncios a representação da diversidade étnico-racial e de gênero. A homenagem ao poeta Oliveira Silveira no 20 de Novembro de 2009/2010, é um exemplo significativo de reconhecimento da contribuição cultural e literária dos afrodescendentes.

No entanto, deve-se lamentar o episódio da campanha que traz Machado de Assis, um dos primeiros poupadores da Caixa, representado por um ator branco. Uma solução publicitária de todo inadequada por contribuir para a invisibilização dos afro-brasileiros, distorcendo evidências pessoais e coletivas relevantes para a compreensão da personalidade literária de Machado de Assis, de sua obra e seu contexto histórico.

O episódio acontece exatamente no momento em que estamos, a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir-PR) e a CEF, construindo um termo de cooperação que envolve, entre outros, aspectos relacionados à representação de pessoas negras nas ações de comunicação.

Assim, a Ouvidoria Nacional da Igualdade Racial, órgão da Seppir, recebeu denúncia instruída pelo senhor Julio Ribeiro Xavier e outros, sobre a campanha da Caixa que, conforme o denunciante “embranqueceu Machado de Assis”. De acordo com o ouvidor da Seppir, Carlos Alberto Junior, imediatamente providenciou-se a autuação, que gerou um Procedimento Administrativo sob o nº 00041.001108/2011-02.

Entre as medidas adotadas até o momento, foram encaminhados pedidos de providencias para a Presidência e Ouvidoria da Caixa Econômica Federal, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom/PR) e o Ministério Público Federal.

A Seppir entende que, em respeito a sua contribuição na valorização da diversidade brasileira, a Caixa deve corrigir a produção deste vídeo, reconhecendo o equívoco e considerando o diálogo que vem mantendo com a sociedade ao longo da sua trajetória institucional.

Coordenação de Comunicação SEPPIR”

Nota divulgada pela Caixa, na última quarta-feira dia 21/09/2011.

“A Caixa Econômica Federal informa que suspendeu a veiculação de sua última peça publicitária, a qual teve como personagem o escritor Machado de Assis. O banco pede desculpas a toda a população e, em especial, aos movimentos ligados às causas raciais, por não ter caracterizado o escritor, que era afro-brasileiro, com a sua origem racial.

A CAIXA reafirma que, nos seus 150 anos de existência, sempre buscou retratar, em suas peças publicitárias, toda a diversidade racial que caracteriza o nosso país. Esta política pode ser reconhecida em muitas das ações de comunicação, algumas realizadas em parceria e com o apoio dos movimentos sociais e da Secretaria de Política e Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) do Governo Federal.

A CAIXA nasceu com a missão de ser o banco de todos, e jamais fez distinção entre pobres, ricos, brancos, negros, índios, homens, mulheres, jovens, idosos ou qualquer outra diferença social ou racial

Jorge Hereda

Presidente da Caixa Econômica Federal”.

 

Anúncios

2 respostas para “Machado de Assis era BRANCO?

  1. Historyman disse:

    Bom… Na verdade ele era filho de um homem “mestiço de negro com europeu” e a mãe era européia pura, sendo assim ele não era negão como todo mundo afirma, as fotos e pinturas da época o retratam como um homem de aparência mais latina. Ele era descendente de negros sim, mas possuía traços latinos e pele levemente morena. Nariz “lusitano”, olhos com olheiras tipicas de um francês clássico, hoje ele se passaria por “branco” a primeira vista.

  2. Eneida Melo disse:

    Eu só vim a saber que Machado de Assis era mulato depois de adulta. A raça negra é sim invisibilizada na narrativa dos ilustres.

    Outros exemplos:

    Recentemente, houve na França uma polêmica semelhante pois Alexandre Dumas, famoso romancista, autor de obras como O Conde de Monte Cristo e Os Três Mosqueteiros, também mulato, estava sendo representado num filme por Gerard Depardieu. Destaco que só fiquei sabendo que ele era negro por conta desta polêmica.

    Só na adolescência percebi, durante uma exposição, que os egípcios eram negros e que, portanto, todas aquelas maravilhas arquitetônicas egípcias eram obras de negros.

    Essa invisibilidade precisa ser combatida na escola.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: