Variedades Femininas

Aqui se fala do universo feminino

Vamos cuidar de nossas crianças!

em 19 de novembro de 2012

O documentário “A Ira de um Anjo” (Child of Rage) mostra sessões de terapia reais feita com uma menina chamada Beth, que sofreu graves abusos na infância, incluindo sexuais. Beth é agressiva, não consegue se conectar com as outras pessoas e se expressa por meio da agressividade. É triste e chocante, mas nos mostra a que ponto o sofrimento de uma criança abusada pode chegar, então meu apelo é: vamos cuidar de nossas crianças!

É chocante, mas sabemos que a maior parte dos abusos ocorre em casa ou nos ambientes de convivência da criança, e os abusadores são familiares ou pessoas próximas as famílias, em um grande número dos casos, a criança é ameaçada e não faz o relato a família, então fique de olho, observe as mudanças no seu filho e /ou filha, as crianças precisam ser protegidas e amadas, entre nessa luta! E se souber de algo, denúncie, pois quem se cala também é conivente com o crime, também está ajudando a violentar essa criança, ligue 100, denúncie!

Anúncios

2 respostas para “Vamos cuidar de nossas crianças!

  1. Ana Paula Medeiros de Oliveira disse:

    Eu fui abusada e vi meu irmo sendo violentado.Procurei ajuda dos adultos e me chamaram de maluca.Fizeram de tudo para me calar.Sofri agresses fsicas e psicolgicas.Como se no bastasse tudo o que sofri,venho sendo vtima ainda adulta.Me xingam,tentam me matar,me espancam,ameaam acabar com minha liberdade se eu no aceitar me deitar com casal de homossexuais que praticaram orgia usando o corpo de trs meninas aqui da cidade e postado na internet o vdeo de prostituio das meninas.Eles acabaram com trs famlias e nada acontece com eles.Sou humilhada pelas pessoas e virei motivo de deboche at mesmo entre as crianas da escola onde meu filho estuda.Eu denunciei! a mim que tratam como monstro,como criminosa. Ser agressiva? S com quem merece. Date: Tue, 20 Nov 2012 00:14:28 +0000 To: aninha-branquinha2011@hotmail.com

  2. Vandré disse:

    Em tempos de imbecilidade midiática e esvaziamento eletrônico das mentes, os urros bestiais em favor da redução da maioridade penal engrossam as fileiras da intolerância e da ignorância do ser humano para consigo mesmo: seus semelhantes. Precisamos resguardar o instrumento de proteção legal das crianças e adolescentes brasileiros, o ECA (estatuto da Criança e do adolescente). Faz-se necessário lutarmos para que esta Lei seja de fato cumprida, principalmente em sua tridimensional figura de responsabilidade coletiva: a família, o sociedade e o Estado! Todos somos responsáveis por nossas crianças, todos! Devemos, antes de encarcerá-las, protegê-las! Pensemos nisso seriamente, antes de bradarmos palavras de ordem cheias de ódio, cheias de desumanidade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: