Variedades Femininas

Aqui se fala do universo feminino

Eu tenho endometriose e você? Parte 3 – A dor

em 9 de abril de 2014

A dor é uma das piores partes da endometriose, pois ela não nos deixa. É muito comum que portadoras de endometriose sofram de dor crônica, que é aquela dor que temos a mais de três meses. Tem algumas mulheres sortudas que têm endometriose e não sentem dor, mas a maioria que conheço vive se contorcendo de dor. A maioria dos médicos nos trata como loucas, como se nossa dor fosse inexistente ou como se fôssemos fracas para dor, mas não é assim, a dor da endometriose é grande, pois além de ser física é emocional, ela nos mina dia após dia e muitas vezes nos faz sentir loucas.

Eu ouvi tanto que a minha dor não era significativa que demorei para acreditar que ela era real e forte, antes da cirurgia eu tinha dor 24 horas por dia e por isso mesmo já não sabia mais o que era dor fraca ou forte, pois sentia dor o tempo todo, meu corpo se acostumou com ela. Os médicos que eu ia me entupiam de anti-inflamatório, mas todxs sabemos que essa medicação é um veneno e acaba com nosso estômago. Quando conheci o meu médico,  Edvaldo Cavalcante, na primeira consulta ele me pediu para relatar todas as dores que eu sentia e depois fez um exame clínico para tentar reproduzir e entender de onde vinha a dor, foi um exame torturante, mas aí estava o início de uma vida melhor, finalmente, fui tratada como gente e por alguém que sabia que minha dor era real. Com isso, parei de tomar anti-inflamatórios e passei a tomar analgésicos a base de ópio, comecei com cloridrato de tramadol e algumas vezes tomava codeína, mas no auge das minhas crises, nada disso passava, então eu vivia nos PS’s tomando todo tipo de analgésico que você possa imaginar. Agora imagine, se uma pessoa toma analgésicos fortes e mesmo assim a dor não passa, como alguém pode dizer que a dor é fraca ou inexistente? Foi por essa lógica que realmente entendi que não estava louca e que eu realmente sentia dor.

A endometriose pode atingir qualquer parte do corpo e algumas delas provocam muita dor, como no caso dos nervos ou terminações nervosas, que é o meu caso, no auge das crises, antes da cirurgia, a endometriose atingiu terminações nervosas que reverberavam para as minhas pernas, cheguei a ficar com dificuldade de locomoção e com dificuldade de colocar os pés no chão, não podia andar direito ou fazer atividade física. Para aliviar esse tipo de dor tomei anticonvulsivante combinado com baclofeno.

A cirurgia mudou a minha vida, entrei no centro cirúrgico com muita dor e saí sem dor alguma, hoje não tenho mais dor 24 horas por dia e luto para suspender a menstruação, por isso ainda sinto cólicas por causa dos escapes. Fiquei com sequelas por causa da endometriose que atingiu as terminações nervosas e ainda continuo tomando baclofeno três vezes ao dia. Então, se você tem endometriose, não permita que as pessoas duvidem da sua dor, não se sinta louca, saiba que a dor é real e que tem solução para ela, tem solução pra endometriose, pois podemos controlá-la. Encontre um médico competente e que te trate como gente, esse é o primeiro passo. Acompanhamento psicológico pode ser uma ótima opção para te ajudar a lidar com a dor, acupuntura também. Não desista, tem solução!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: